domingo, outubro 10, 2010

Palestra sobre preservação e conservação de acervos - Biblioteca Estadual da Baviera

Por Marina Santos (8º semestre noturno)

Palestra: Arquivamento do passado para o futuro: modernos métodos de preservação de acervo de biblioteca. O Centro de Digitalização da Biblioteca Estadual da Baviera

Palestrante: Margareth Wittke, historiadora especialista em história da antiguidade, arquivista e responsável pelo workflow de todo o processo de digitalização da Biblioteca Estadual da Baviera.

Dados gerais: A Biblioteca Estadual da Baviera possui 43 milhões de livros, na Alemanha é a 4º maior biblioteca de coleções de manuscritos. O centro de Digitalização possuía em 2002 cerca de cem mil livros on-line, em 2010 chega a 332.085, deste total, 42.703 foram digitalizados pela Biblioteca e 289.382 foram digitalizados pelo Google.

Principais pontos da palestra

Focos de digitalização: Parcerias com instituto de pesquisa; atualmente a digitalização esta em 1º plano.

Passos para digitalização: Retirada do depósito, escolha do titulo, bloqueio no catálogo, verificar a possibilidade de scanear levando em conta a preservação, ficha impressa com número de identificação e por fim envio para o setor de digitalização. A digitalização é feita em diferentes materiais, não só em livros.

Equipamentos: Qualidade, parâmetros para impressos modernos e antigos, diferentes tipos conforme cada tipo de material.

Fator de risco: Acontece principalmente em obras raras, sendo necessárias medidas para não danificar o livro. Por exemplo: scanner de luz fria e evitar mesa de vidro.

IBR - Instituto de Restauro de livros: o pessoal é treinado e avalia o material a ser digitalizado, autorizando ou não a digitalização.

ZEN - Possui a função de codificar na obra o registro, números, índice e um armazenamento permanente.

Ferramentas para digitalizar: Desenvolvimento da base OPEN-Source acessível para toda biblioteca, OAI data provedor, TOC editor xml, Editora on-line.

Cooperação da Biblioteca com o Google: Há um contrato para cerca de 750 mil livros em domínio público da Biblioteca Estadual da Baviera. Antes de se iniciar o processo, é feita uma avaliação dos equipamentos utilizados pelo Google, apenas os manuscritos não são digitalizados pelo Google. Existe uma logística acelerada, cerca de mil livros indo e voltando num período de 2 horas. O armazenamento é feito de forma automática sendo transferidos a noite por um setor terceirizado. Os armazenamentos permanentes usam os backups com robôs magnéticos. A qualidade do trabalho era sofrível e aos poucos esses processos vão sendo melhorados.

Custos: Necessitam de muitos recursos humanos o Google pode ser sem custo mais existem os paralelos da parte da tecnologia e do armazenamento.

Benefícios: É evidente que o Google possui mais condições para digitalizar uma quantidade maior de livros em sete anos, enquanto a biblioteca da Baviera demoraria vinte. Outro beneficio é a revisão de acervo, realizado pela biblioteca, reparando alguns erros. O processo de digitalização é uma forma de preservar um documento raro que poderá ser manuseado sem riscos.

Microfilme: A qualidade pode ser comprometida, mas facilita o acesso ao usuário.

Um comentário: