domingo, setembro 11, 2011

Atividades complementares: o que são e como fazer

Coordenadas pela professora Andréia Gonçalves, as atividades complementares da FaBCI garantem aos alunos o seu enriquecimento curricular através de ações extra-classe. Confira uma entrevista com a professora para entender melhor como essas atividades funcionam!

Juntamente às visitas técnicas, as atividades complementares previstas na grade curricular da FaBCI, tem por objetivo proporcionar aos alunos o enriquecimento de seu currículo acadêmico. Fizemos uma entrevista com a professora Andréia, orientadora e coordenadora das atividades complementares para entender melhor o que são e como elas devem ser realizadas.

O que são as atividades complementares?
São atividades realizadas pelos alunos, vinculadas a sua formação no curso de Biblioteconomia e Ciência da Informação, visando a complementação dos conteúdos ministrados e a atualização permanente do discente com os temas emergentes ligados à Ciência da Informação.
 
A realização das atividades complementares é obrigatória aos alunos da FaBCI?
As atividades complementares são componentes curriculares obrigatórios e se caracterizam pelo conjunto de atividades de ensino, pesquisa e extensão que garantem aprofundamento dos conteúdos ministrados no curso, permitindo ao aluno um conhecimento mais abrangente sobre determinados conceitos. Elas são indispensáveis à colação de grau dos alunos do curso de Biblioteconomia, que devem realizar um total de 120 horas.

Qualquer atividade extraclasse é válida como atividade complementar, por exemplo ir ao cinema, teatro, museu ou  livraria?
São consideradas válidas somente as atividades que apresentam relação com os conteúdos ministrados no curso de Biblioteconomia e Ciência da Informação e que contribuam para a formação do aluno.
Você pode citar alguns exemplos de atividades complementares que são consideradas válidas?
Temos duas categorias de atividades complementares, conforme apresento a seguir:
1 – Atividades internas que são oferecidas pela FESPSP:
Exemplos: Iniciação científica, monitoria em disciplinas ou laboratórios, cursos de extensão, teatro da FESPSP, coral das FESPSP, visitas orientadas acompanhadas por professor, grupos de estudos, oficinas temáticas, entre outras.
2 - Atividades externas que são oferecidas por outras instituições
Exemplos: projetos de consultoria de FESPSP Júnior, congressos recomendados pelo curso, palestras relacionadas à área do curso, rodas de leitura, saraus literários, oficinas e feiras culturais, voluntariado social, encontros, jornadas, seminários e eventos similares relacionados à área de Ciência da Informação, entre outras.

Como deve ser feita a comprovação das atividades complementares realizadas?
O cômputo das horas de Atividades Complementares está sujeito a análise e aprovação do coordenador das atividades complementares. Toda atividade que o aluno participar deve ser registrada no formulário que consta no site da FESPSP no endereço http://www.fespsp.org.br/web2/biblioteconomia/estagio/RAC_FaBCI_Formulario__mar_2011.pdf.  A este formulário deve ser anexado o comprovante de participação da atividade, seja um ingresso, declaração ou certificado. O aluno deve entregar as cópias dos formulários e comprovantes na secretaria acadêmica dentro dos prazos definidos pela coordenação, evitando assim atrasos na validação de suas atividades.

A professora ainda frisou que, apesar de os alunos terem todo o período de curso para realizar tais atividades, é importante que sua carga horária seja completada o quanto antes. Os alunos devem ter em mente de que se trata de uma ação obrigatória para a conclusão do curso e que demanda muito tempo... Tempo esse que os alunos não terão no último ano devido às pesquisas do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC).

Para mais informações sobre as Atividades Complementares, acesse a página http://www.fespsp.org.br/web2/biblioteconomia/estagio/RAC_FaBCI_mar_2011.pdf no site da FESP.

Nenhum comentário:

Postar um comentário