segunda-feira, fevereiro 13, 2012

Série “Por que me interessei pelo curso de Biblioteconomia?”

Paula Martins
O primeiro depoimento do ano de 2012 é da aluna Paula Watanabe Martins, do 5º semestre matutino. Leia um pouco mais sobre sua história e porque ela escolheu fazer o curso de Biblioteconomia e Ciência da Informação.

Me chamo Paula, estou no quinto semestre no período matutino, do curso de Biblioteconomia e Ciência da Informação, na Fundação Escola de Sociologia e Política. Conheci a biblioteconomia meio que ao acaso, trabalhava como recepcionista em uma empresa de investimentos, e surgiu uma vaga no Centro de Documentação, fui parar no meio da papelada para organizar, digitalizar e disponibilizar aos funcionários e não é que eu me identifiquei com aquela loucura?!


Nesse período fiz dois cursos relacionados a arquivologia, conheci pessoas maravilhosas, inclusive uma ex-aluna da FESPSP, Michele Giuranno, que não mediu esforços para me convencer a fazer a faculdade. Na época eu estava fazendo o curso de pedagogia, não estava fácil encontrar bons estágios na área da educação, como já estava inserida na área de documentação e feliz com meu trabalho, não foi tão difícil tomar a decisão. Além de que penso em fazer uma pós relacionada a educação uma vez que as duas são áreas pares.


Me identifico muito com o curso, ideologicamente falando, vejo o curso como a área que favorece o crescimento do conhecimento humano, seja em que área for, auxilia as mais diversas ciências a se organizar e disponibilizar suas descobertas, vejamos como exemplo uns dos pais da biblioteconomia, Paul Otlet e Henri La Fontaine, que ao criar um sistema de classificação do conhecimento humano tinha o objetivo de  promover a paz mundial, tem coisa mais linda!!!


Enfim tenho consciência que a prática, muitas vezes, é bem distante da teoria, já trabalhei em livraria, centros de documentação e biblioteca universitária. Então, tenho certo conhecimento de causa para não ser tão idealista, mas acredito que cabe a cada estudante, futuro profissional no mercado de trabalho, tornar a realidade mais próxima possível do ideal.




Depoimento enviado por Paula Watanabe Martins, aluna curso de 

Biblioteconomia e Ciência da Informação.

3 comentários:

  1. Como fala bonito essa menina...rs

    Tinha que ser mesmo a futura presidente do C.A da FaBCI.

    ResponderExcluir