segunda-feira, abril 30, 2012

Série "Por que me interessei pelo curso de Biblioteconomia?"

Luiza Wainer
O depoimento da série “Por que me interessei pelo curso de Biblioteconomia?” desta semana relata a história de Luiza Wainer, aluna do 5º semestre noturno. Saiba um pouco mais sobre sua história e o porque ela escolheu o curso de Biblioteconomia e Ciência da Informação.



A história de como fui parar no curso de biblioteconomia na FESPSP não é nada romântica... muito pelo contrário, acabei parando lá quase que por acidente.

Depois de três anos de Ciências Sociais, tranquei a universidade pois sabia que eu realmente não queria fazer mais isso da vida. Estava considerando os cursos de biblioteconomia ou editoração, que trabalham com o objeto-livro (o qual sempre gostei) e que são na ECA (faculdade em que muitos amigos meus estudavam na época), mas era tarde demais para fazer Fuvest. Sem nenhum plano concreto para o futuro, estava trabalhando com produção de festivais de cinema, pensando em largar tudo e ir para Berlin.

Luiza Wainer

Agora, não sei quantos de vocês estão familiarizados com o esteriótipo da mãe judia, que, entre outras coisas, envolve uma mãe sufocante, superprotetora, manipuladora e controladora que persiste em interferir na vida dos filhos mesmo depois deles serem adultos. Então não me foi nenhuma surpresa quando em fevereiro de 2010 minha mãe me mandou um email com o link do curso de biblioteconomia da FESPSP. Não conhecia a instituição, então minha primeira reação foi lhe perguntar se era uma universidade de verdade ou uma que "anuncia no metrô". Me garantindo que era uma universidade de verdade minha mãe ainda acrescenta "achei *bem* legal pois exatamente combina biblioteconomia com ciencia da informacao - parece atual e contemporaneo.". Marquei um horário e fiz o vestibular.

Dizer que me apaixonei pelo curso é pouco. Os meus colegas que são inundados pela quantidade massiva de emais diários que mando sobre notícias envolvendo bibliotecas/biblioteconomia/ciência da informação/etc que digam.

Pretendo seguir carreira acadêmica, pesquisando e trabalhando em bibliotecas de arte.


2 comentários: