quinta-feira, fevereiro 28, 2013

Uma biblioteca online especializada em acervos de sons de aves


    Como organizar um acervo sonoro de sons de animais? Se for uma acervo eletrônico, a resposta é fácil: é só visitar a biblioteca online Macaulay para observar a disposição de sons e videos.


 A Macaulay usa e abusa da taxonomia para listar as espécies registradas e os arquivos das aves estão identificados por números e contém todo o som da natureza ao redor. Em cada registro, o pesquisador encontra o nome científico da espécie, sua idade aproximada, sexo, seu comportamento no momento da gravação e um mapa onde ela é encontrada. Destacamos os sons das corujas Tyto alba encontradas no Rio Grande do Sul  (Barn Owl, Tyto alba), os Flamingos Lesser do Kenya (Lesser, Phoenicopterus minor) e a delicadeza dos sons dos tucanos da Costa Rica.







A biblioteca Macaulay é uma administrada pela Universidade de Cornell, no estado de Nova Iorque, nos Estados Unidos.

  A aluna Suellen Magno, do 3º semestre noturno, visitou a biblioteca Macaulay e ficou impressionada com a diversidade do acervo:

"Para quem se interessa pela ornitologia, eis uma ferramenta muito interessante: a Macaulay Library.
 
A Macaulay Library é uma biblioteca online em que seu acervo nada mais é do que sons e imagens de variadas espécies de aves do mundo todo (totalizando 9 mil espécies catalogadas).
Nela, além dos sons e em alguns casos vídeos e imagens, você encontra também descrições sobre as espécies e nomes populares (em inglês). Apesar de o foco da Macaulay ser as aves, o acervo da biblioteca também inclui materiais sobre mamíferos, répteis, anfíbios, artrópodes e peixes.
Os usuários vão de estudantes de ensino fundamental à cientistas especializados. Além disso, o site é simples e de fácil acesso. Em sua página inicial, você encontra o que há de novo no site, gravações em destaque e materiais sugeridos pelos funcionários e apesar de todo o conteúdo ser em inglês, o site não “intimida” quem não se “dá bem” com o idioma. E há suporte para acesso via celular.
Vale a pena conferir, seja para uma pesquisa científica ou mesmo por curiosidade."





 Suellen Magno é aluna do 3º semestre noturno

Nenhum comentário:

Postar um comentário