quinta-feira, outubro 17, 2013

Senador Suplicy abre Seminário FESPSP 80 anos

Senador Eduardo Suplicy 
Na abertura do Seminário  80 anos  FESPSP na segunda feira, dia 14,  de manhã, o professor e diretor acadêmico da instituição, Aldo Fornazieri, apresentou o tema da mesa redonda “Renda Mínima e Bolsa Família: caminhos para uma sociedade mais justa” dentro de uma temática de permanente busca pela igualdade. Os convidados da mesa foram Ana Maria Medeiros da Fonseca e o Senador Eduardo Suplicy.

Ana Fonseca
Ana Maria Ana Maria Medeiros da Fonseca, ex-secretária executiva para Superação da Extrema Pobreza do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, atualmente pesquisadora do Núcleo de Estudos de Políticas Públicas (Nepp/Unicamp), enfatizou a importância dos programas de transferência de renda, partindo de artigos da Constituição Brasileira de 1988, e afirmou: “se realizarmos aquilo que estabelece a nossa Constituição, teremos uma sociedade livre, justa e solidária”. As manifestações de junho não foram esquecidas, e a pesquisadora apontou que a questão do financiamento dos sistemas de saúde, educação, e outros foi muito pertinente, afinal, “quando as pessoas falam “queremos um padrão Fifa na saúde, educação, precisamos discutir o financiamento desses sistemas”.
Apresentou números do sistema previdenciário e da situação das linhas de pobreza e extrema pobreza, com 1.6267.197 pessoas nestas condições no país. “A pobreza não se caracteriza apenas como redução de renda. A pobreza se manifesta como escassez de bem-estar”, disse, contundente. Na
Prof. Aldo, Senador Suplicy e Ana Fonseca
sua avaliação, são os jovens negros do nordeste do país quem mais sofrem: “A pobreza é jovem, tem cor, tem nome e tem endereço”. 
Comparou programas do governo quanto à distribuição e transferência de renda e foi otimista quanto à proposta do Plano Brasil sem Miséria de ter um foco diferenciado: “Eu vejo o Plano Brasil sem Miséria como um avanço do Bolsa Família por que tem uma setorialidade muito importante”, concluiu. 

Em seguida, o Senador Suplicy trouxe em sua fala suas características mais populares: grande
Senador Suplicy defende o Renda Básica de Cidadania
interação com o público, excelente memória e uma oratória cativante. Cantou "A Felicidade", de Vinícius de Moraes para a plateia para ilustrar sua argumentação a favor do Renda  Básica de Cidadania e chamou pessoas do público para participarem de suas proposições. Relembrou também, como Ana Fonseca havia feito, dos movimentos mais relevantes sobre o desenvolvimento e implementação dos programas de transferência de renda e de renda mínima no país, com havia feito em palestra recente na Ação Educativa,  acrescentando sua visão privilegiada de partícipe de todos eles. Ao completar 10 anos nesta semana, o programa federal Bolsa Família traz conquistas e alavanca a proposta do programa Renda Básica de Cidadania, mais simples de ser operacionalizado e mais amplo.

Leia também:
 Combate a miséria e extrema pobreza é tema do primeiro debate do Seminário FESPSP 80 anos

Veja a cobertura do evento na página do Facebook da FESPSP.



Nenhum comentário:

Postar um comentário