domingo, março 16, 2014

Bibliotecário Nota 10

Nessa semana comemoramos o Dia do Bibliotecário e a FESPSP teve uma semana comemorativa especial com diversos eventos da segunda-feira (10 de março) até sábado (15 de março). Um dos eventos mais tradicionais da Faculdade e atividade básica para os alunos ingressantes desse primeiro semestre é o Bibliotecário Nota 10, onde os alunos escolhem alguém que auxiliou na evolução da área de biblioteconomia e ciência da informação, mesmo não sendo necessariamente um bibliotecário.


Professora Maria Rosa, responsável pela coordenação do evento.


Os diferentes grupos que compuseram as apresentações do período matutino citaram construíram seus trabalhos em cima de sete personalidades que foram de suma importância para o que a Biblioteconomia e Ciência da Informação se tornaram hoje.

Briquet de Lemos

O primeiro grupo de alunas falou a respeito de Briquet de Lemos, professor, editor, tradutor, bibliotecário e especializado em Bibliotecas na área da Saúde.

Mário de Andrade

 Poeta, escritor, crítico literário, musicólogo, folclorista, ensaísta brasileiro. Figura ilustre do modernismo brasileiro e do curso de biblioteconomia da FESPSP.

Calímaco

Diretor da lendária Biblioteca de Alexandria, conhecido por ter criado um dos primeiros Sistemas de Catalogação de forma completamente intuitiva e organizar cerca de 1 milhão de papiros (estimativa).

Jorge Luis Borges

Jorge Francisco Isidoro Luis Borges Acevedo nasceu em Buenos Aires e foi escritor, poeta, tradutor, crítico literário, bibliotecário e ensaísta. Foi diretor da Biblioteca Nacional da República Argentina.

Edson Nery da Fonseca

A vida de Edson Nery da Fonseca se confunde com a história da biblioteconomia brasileira. Foi fundador de cursos de biblioteconomia de graduação e pós-graduação; participou também da fundação da Universidade de Brasília (UnB) - onde foi responsável pela implementação da Biblioteca Central - e do IBBD, hoje IBICT.

Bastos Tigre

Homem de múltiplos talentos, pois foi jornalista, poeta, compositor, teatrólogo, humorista, publicitário, além de engenheiro e bibliotecário. E em todas as áreas obteve sucesso, especialmente como publicitário. Central da Universidade do Brasil, onde serviu por mais de 20 anos. Exerceu a profissão de bibliotecário por 40 anos, é considerado o primeiro bibliotecário por concurso, no Brasil.
No dia 12 de março é comemorado o Dia do Bibliotecário, que foi instituído em sua homenagem.


Rubens Borba de Moraes

Rubens Borba de Moraes foi um bibliotecário, bibliógrafo, bibliófilo, historiador e pesquisador brasileiro, um dos organizadores da Semana de Arte Moderna, professor, pioneiro da biblioteconomia no país e diretor da Biblioteca da ONU.



Após todas as apresentações foi feito um café-da-manhã promovendo a integração entre os alunos de todos os semestres.

*as apresentações do período noturno em breve estarão em nosso blog

*todas as informações sobre os homenageados foram retiradas dos trabalhos dos próprios alunos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário