domingo, dezembro 07, 2014

Coluna: Onde estão os Bibliotecários? Por Grazielli Moraes.

 Fabiana Andrade Pereira (conhecida como Fabi), 34 anos formada em 2009 pela FESPSP, sempre teve vontade de estudar, no entanto as oportunidades não foram imediatas, já que teve que trabalhar assim que saiu do colegial.

Após identificar que gostava de atuar na área de gestão (área essa que sempre esteve presente em sua vida profissional), resolveu comprar o Guia do Estudante e de cara se interessou pela Biblioteconomia, o que a motivou a buscar mais informações sobre o curso e a área, e então a bibliotecária passou a admirar muito a área.

“Fui conversar com profissionais bibliotecários, conhecer o trabalho, verifiquei o campo de atuação, fiquei animada. Fiz realmente uma pesquisa de campo, afinal seria a maior decisão de minha vida! Eu estaria ingressando na faculdade com 25 anos!”
“O Guia do Estudante já indicava a FESPSP...”.

Além disso, ela é pós-graduada - especialista em Gestão da Comunicação em Mídias Digitais, além de ter feito um curso de extensão em Business Intelligence (que demonstra como a informação torna-se fundamental para sobrevivência da empresa e apoio à decisão), e ainda participou de diversos cursos rápidos e pretende fazer mestrado quão breve possível.

“Estou sempre buscando atualização profissional. Também acho fundamental a participação em eventos da área, nacionais e internacionais, como congressos, seminários e afins. A participação é válida tanto para conferir as novidades e trocar experiências com nossos pares, como também para divulgar o trabalho que vem sendo feito pela equipe”.

Fabiana é apaixonada pela área de atuação e pela internet, “local” este que a permite discorrer sobre diversos temas da área de biblioteconomia, pesquisar sobre o mercado editorial, compartilhar informações de aprimoramento aos colegas de profissão e ainda se atualizar constantemente e aliar a biblioteconomia a demais áreas profissionais.

“Para ser um profissional da informação na atualidade é preciso dinamismo e constante atualização, principalmente quando a área pretendida de atuação envolve bibliotecas digitais e virtuais, como escolhi. Ter uma visão da informação além da biblioteconomia pode ser um fator auxiliar importante para moldar futuras demandas, afinal nossa área se enriquece quando agregam novas formas de lidar com a informação”.

A biblioteconomia para Fabiana é uma “área de atuação interessante, porém complexa...” tanto pelo fato de as pessoas não saberem ao certo o que o bibliotecário faz, chegando a se surpreender ao saber que o trabalho desse profissional pode ser mais amplo do que “catalogar e guardar livros nas estantes”, ela reconhece ainda ser uma área “difícil” devido a ter que contar com questões políticas, no entanto, mesmo diante disso, reconhece ter excelentes amigos de profissão, profissionais estes, que são sua inspiração.

“A biblioteconomia, de verdade, compreende profissionais cheios de aspiração. Fico muito feliz de ser um dos muitos profissionais que se mostram ativos atualmente e pretendem abraçar cada dia mais a profissão buscando fazer a diferença. Bibliotecário ativo não se contenta e reinventa...”.

Sua trajetória na FESPSP foi marcada pela participação no I Seminário de Graduação Científica da FABCI, além de seu TCC que lhe permitiu escolher que rumo sua carreira tomaria.
Atualmente trabalha na Biblioteca Virtual da FAPESP (BV-CDi-FAPESP), mas não deixa os contatos (professores, alunos etc.) de lado.

“Acompanho os canais da instituição pelo portal e via redes sociais, tenho contato com professores, ex-professores, colegas de turma, demais profissionais atuantes e interessantes. Diversas vezes “trocamos figurinhas”, nos reunimos para debater ideias, ajudamos uns aos outros a pensar em resoluções. Por tudo isso, a FESPSP é uma parte importante e constante da minha carreira. Eu saí da graduação, mas a FESPSP faz parte de toda minha vivência profissional”.

Na BV-FAPESP, sua atuação gira em torno de disponibilizar as informações seguindo padrões e estruturações adequadas para que não se percam na internet em meio a tanta informação e conteúdo. Atualmente essa Biblioteca Virtual é um dos mais importantes canais de difusão dos auxílios e bolsas financiados pela FAPESP, cujo escopo essencial é divulgar a ciência paulistana para a comunidade acadêmica e sociedade em geral.

“Atuar em bibliotecas virtuais tem uma série de peculiaridades. Por esse fato, é importantíssima a formação continuada, sobretudo para atender às novas demandas de novos produtos e serviços para web. A web é um ‘organismo’ em constante transformação e tudo que está nela tem que acompanhar esse movimento”.

Para Fabiana a biblioteconomia precisa ser mais prática em todos os sentidos e aspectos.

“A nossa profissão ainda se baseia demais em pontos debatidos por anos e, por muitas vezes, as discussões são as mesmas. Precisamos de mais casos práticos e mais ousadia. Os bibliotecários devem permear outras áreas, serem mais interdisciplinares, mas sem deixar de lado os valiosos ensinamentos da Ciência da Informação, aliás, devemos agregar à CI novos conceitos e implementações”.



Encontre Fabiana Andrade Pereira:

Twitter: @fabi_andradep
Facebook: facebook.com/FabiAndradePereira
LinkedIn: fabiandradep/


Links Trabalhos Fabiana:
Artigo Seminário FABCI:

TCC de graduação:
ANDRADE-PEREIRA, F.; SANCHES, A. L A. R. Bibliotecas digitais e virtuais no contexto da EAD: produtos e serviços on-line para usuários remotos. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) - Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo. Faculdade de Biblioteconomia e Ciência da Informação, 2009. São Paulo: FESPSP-FABCI, 2009.


2 comentários:

  1. Parabéns pela matéria e pelo depoimento, pois demonstram como nós profissionais bibliotecários nos adaptamos ao mercado de trabalho. Parabéns Fabi pela perseverança e profissionalismo.

    Carlos Eduardo Gianetti

    ResponderExcluir
  2. Parabéns Fabi, o perfil de aluno da FESPSP é esse mesmo, o que escreve sua história e não se deixa ficar para trás!

    ResponderExcluir