domingo, fevereiro 15, 2015

"Atividades Complementares FaBCI - FESPSP" por Sidnei Rodrigues

        Por que não unir demanda e informação? Foi este o principal motivo da criação da página "Atividades Complementares FaBCI - FESPSP" nas redes sociais e posteriormente em forma de blog. Criada em 2011 pelo nosso ex-aluno Sidnei Rodrigues, a página tem se tornado referência em atualização profissional, não só entre os alunos da FESPSP, mas também para todos os profissionais da informação que buscam atualização contínua.

         Nosso colega Sidnei, gentilmente contou como foi o processo de criação e nos falou um pouco sobre suas expectativas quanto à página e o blog.


          "...A página do Facebook 'Atividades Complementares FaBCI – FESPSP Oficial', começou quando entrei na FaBCI – FESPSP, em 2011. Fui eleito representante de classe na turma do noturno, tinha dois amigos que eram especialistas em informática e tecnologia que são a Ana Cristina Ponciano da Silva e Victor Celestino Nunes. Esses dois foram as minhas principais influencias, comecei a observar como organizar a informação nas mídias sociais, por exemplo, como criar um e-mail para turma no Yahoo Grupos e um grupo no Facebook.

           No mês de abril daquele mesmo ano, nossa professora Andreia Silva explicou sobre as atividades complementares, fomos a primeira turma da FaBCI da nova grade de 3 anos (antes o curso tinha duração de 4 anos) e eu recebia algumas informações sobre eventos e cursos na área de Biblioteconomia e Ciência da Informação, no meu email pessoal.  A partir desse fato fiz a seguinte reflexão: 'o que faria com aquele excesso de informações?', comecei a pensar uma forma de propagar essas informações. Com o auxilio da Ana Cristina criamos o primeiro canal, que foi um grupo no Facebook.









Começamos com apenas com 20 discentes da turma do 2° semestre noturno de 2011, apenas no semestre seguinte lançamos (Ana, Victor e eu) oficialmente essa página do Facebook para outras turmas no matutino e noturno. 

A página das Atividades Complementares FaBCI – FESPSP não estava completa, ainda faltavam alguns detalhes que precisavam ser melhorados, por exemplo, alguns colegas tinham dificuldade para realizar as horas de atividades complementares, então surgiram alguns parceiros e amigos da minha turma que compartilhavam sobre cursos online da nossa área. Naquele semestre, sinceramente não sabia que havia essa variedade de cursos online de Biblioteconomia e Ciência da Informação.

A primeira pessoa que indicou um curso online sobre auxiliar de biblioteca foi minha parceira e amiga Ana Paula Cavalcante. Em seguida Winderson Gomes, também outro parceiro fez indicação de outros cursos online da Fundação Bradesco e Fundação Getúlio Vargas totalmente gratuitos, Rafael Reche e Breatrix Grabrielli do matutino,  Grazielli de Morais Silva fizeram a mesma coisa compartilhando outros cursos, enfim por essas pessoas a página da "Atividades Complementares FaBCI - FESPSP" tinha completado sua forma mais atual.

Aos poucos, os alunos foram participando da página do Facebook, porém uma parcela bem menor tinha muitas dificuldades de acessar a rede social em seus trabalhos e estágios. Um dia estava no laboratório de informática, e uma colega relatou que ”não conseguia ter a acesso ao Facebook em seu trabalho", e perguntou se seria possível disponibilizar essas informações para Ambiente de Aprendizagem Virtual (AVA), Respondi que sim, que seria possível fazer isso. Naquela semana aconteceria a reunião dos representantes de classes com a professora e coordenadora do curso Valeria Valls, na reunião fiz o pedido, 'se poderia ter acesso ao AVA para compartilhar essas informações das Atividades Complementares', ela concordou e me instruiu à procurar a professora Maria Rosa Crespo para acertar os detalhes de acesso ao AVA. A partir desse dia os colegas tinham acesso as Atividades Complementares FaBCI tanto na página da Facebook como no AVA.

Me tornei referência, junto com a professora Andreia Silva no que diz respeito as AC. Nesse mesmo ano, minha mãe faleceu e fui ficando desanimado, em dezembro de 2012 resolvi trancar o semestre seguinte, pois, não tinha condições psicológicas para continuar estudando e precisava de um tempo para mim. Desisti do cargo de representante de classe e nesse momento pensei em parar de estudar definitivamente. Fique 1 mês em casa sem contato com ninguém somente lendo os meus livros. Resolvi voltar à estudar na FaBCI, faltavam apenas dois meses para acabar o 1° semestre de 2013, postava apenas as informações das Atividades Complementares  no Facebook. Quando encontrei a blogueira Bruna Gomes, do blog "Pontosde Acesso", perguntei como ela havia montado um blog tão genial e conversamos vários assuntos interessantes. Um dia falei para a Bruna que queria fazer um blog das Atividades Complementares FaBCI – FESPSP. Ela gentilmente disse que poderia me ajuda nessa iniciativa, juntos montamos o blog "Atividades Complementares FaBCI - FESPSP" que foi oficialmente lançado em 01 de  setembro de 2013.







Confesso que sem a ajuda dos colegas nada disso teria acontecido e não poderia deixar de mencionar outros parceiros que também ajudaram muito nessa construção das AC: Aline Cristini Cambur,  Bruno Trindade, Caroline Araujo, Cleusa de Jesus, Daniely Ninna, Éderson Crispim Ferreira, Érika Ike, Felipe Gabriel Prado, Fernando Galante, Flavio Gianne Tezza, Frank Ferreira, Gustavo Moura, Herika Silva, Isabel Figueiredo, Janete Marques, Marcos Issa, Mariana Araujo, Mariana de Paula,  Paloma Altran, Paula Ferreira, Rebeka Savacks, Ricardo Costa, Rosangela Cano, Tais Mathais, Vanessa Soares, Vilma Batista além dos professores Adriana Souza, Anna Silva Rosal Rosal, Carla Dieguez, Cristina Palhares, Henrique Ferreira e Nadia Homemberg.


Cada um contribui com uma informação importante para a Atividades Complementares FaBCI - FESPSP e entenderam muito o que significa essa atitude em prol do ser humano. Todos que estão sendo citados foram importantes para essa criação e divulgação da página do Facebook e do blog. 

Como observo muito a movimentação dos colegas da FaBCI – FESPSP no Facebook, uma colega que hoje considero muito importante (parceira e amiga, Isabel Figueiredo) começou a convidar colegas da Unifai e outras instituições acadêmicas para participar da nossa pagina do Facebook. A partir desse movimento, percebi que outros profissionais da informação como: arquivistas e museólogos também podiam participar das Atividades Complementares.

A partir dessa abertura, a página do Facebook e o blog no 2° semestre de 2013, ganham uma repercussão na cidade de São Paulo e no Brasil. 

Na época da preparação do meu TCC no ano de 2014, pedi a ajuda da Isabel para controlar a página do Facebook, ela aceitou meu convite e a elegi como umas das administradoras da página. Fiquei um pouco afastado na disseminação das informações, mas sempre ficava atento para qualquer problema eventual.

Atualmente os próprios colegas que participam da página fazem a divulgação. A pagina é fechada, para participar tem que ter aprovação dos administradores, porém, o blog é acessível para qualquer um.

Se os canais continuarem assim podem se transformar em referência de educação continuada da nossa área na sociedade brasileira. Existem muitos colegas da FaBCI – FESPSP que já se formaram e que não estão sabendo dessa oportunidade de ampliar seu currículo profissional e pessoal. Recebo muitos eventos e cursos de excelente qualidade desde pago até gratuito.


Por enquanto, não tenho num plano para futuro da página que tem apenas três anos,o blog completa ainda dois anos no mês de setembro, preciso de tempo para fazer avaliação com cautela e reflexão do que pode ser melhorado.

Sidnei Rodrigues
Durante esses três anos administrando as Atividades Complementares FaBCI – FESPSP no Facebook e agora no blog, aprendi que todos nós precisamos de pessoas para nós ajudar em nossos objetivos e sonhos.

Tudo isso que fiz, foi pensando nas pessoas, sinceramente ouço os colegas da FaBCI – FESPSP dizendo assim: “o cara das Atividades Complementares”, “você é máximo”, não estou preocupado com reconhecimento, vocês que estão lendo essa reportagem nem imaginam com dá trabalho fazer essa disseminação da informação, quero que os colegas bibliotecários, arquivistas e museólogos sejam um diferencial em suas empresas, o principal viés revolucionário nessa sociedade brasileira contemporânea é a educação.

 Esse é o nosso verdadeiro papel de bibliotecário diante da sociedade da informação contemporânea. Que a informação seja um elemento transformador para qualquer cidadão, não importa seu suporte desde o papel até o digital. Que todos juntos possamos melhorar e desenvolver as questões econômicas, sociais e culturais no Brasil.







Nenhum comentário:

Postar um comentário