domingo, outubro 25, 2015

#PorqueEscolhiBiblio

Para celebrar os 75 anos do curso de Biblioteconomia e Ciência da Informação da FaBCI-FESPSP, faremos ao logo das próximas semanas entrevistas com alunos que escolheram o curso de Biblioteconomia como segunda graduação. 


A intenção da série #PorqueEscolhiBiblio é mostrar que os alunos tem perfis diversificados, e que nossa área é coringa e pode ser combinada com praticamente todas as outras.

A entrevistada desta semana é aluna Camila Alferes, que ainda está no inicio da graduação, mas que já tem um bagagem considerável neste universo da informação...
 
 "Um fato curioso é que Biblioteconomia foi a minha primeira opção de curso, não a segunda. Passei na FESPSP em 2008, porém, no início do ano letivo, em 2009, fui informada de que não haveria vagas para o período matutino. Na época, eu estava no segundo módulo do Curso Técnico em Museologia, no período noturno, e não queria largar o curso. Tranquei a matrícula, pois assim concluiria o curso técnico e ingressaria na faculdade no ano seguinte. No entanto, ao longo do ano de 2009, passei a ter um interesse cada vez maior pela área de Letras e esta se tornou a minha primeira graduação. O estudo da língua e das diversas formas de comunicação é apaixonante! Infelizmente, não me identifiquei com os campos de atuação profissional. Conforme os semestres passaram, me descobri desmotivada com o crescente sucateamento do curso na instituição de ensino na qual eu estudava e, também, com a perspectiva apresentada por aqueles que já possuíam formação em Letras. Como Biblioteconomia sempre esteve entre as minhas opções de graduação, decidi tentar novamente no fim de 2014 e cá estou.
Para minha surpresa, descobri que os campos de atuação do bibliotecário são extremamente abrangentes, com diversos nichos a serem ainda explorados. Embora os profissionais da informação ainda encontrem algumas barreiras, principalmente por conta de estereótipos fortemente reforçados pelo senso comum, é explícito que há inúmeros caminhos na profissão, sendo que muitos deles não estão relacionados a uma biblioteca, no sentido tradicional do termo. Sem contar que a Biblioteconomia complementa tanto os conhecimentos adquiridos em Museologia quanto em Letras, ampliando ainda mais as possibilidades de atuação profissional.

Ainda não trabalho na área, mas possuo grande interesse pela área cultural, seja atuando em centros culturais, bibliotecas de museus ou outras instituições ligadas a esse viés. Também tenho planos de me especializar na área de Conservação e Restauro de materiais bibliográficos."

Um comentário: