domingo, agosto 14, 2016

Coluna: Onde Estão os Bibliotecários? Por Grazielli de Moraes

Olá gente, tudo bem, espero que as férias tenham sido boas. Estamos de volta! Uhulll!!!

Hoje trago uma entrevista em dobro que deveria ter saído no mês dos namorados, no entanto, não foi possível.

Acredito que muitos de vocês tiveram a oportunidade de conhecer casais que se conheceram na Biblioteconomia (FESPSP), não é... Pois então, hoje nossa entrevista é com o casal Ana Paula Cavalcante e Fernando Reis de Arruda Alves. Ambos se formaram em 2013 – e olha que nem eram da mesma sala, mais por ironia do destino quando houve a união das duas turmas (04 e 03 anos) eles se conheceram e estão juntos na profissão e na vida.

“A biblioteconomia teve uma participação (Fernando)... Costumo dizer que foi como um jogo de futebol ganho no último momento, no segundo tempo do último segundo... acredito muito na sincronicidade ... escolhi a FESP e na FESP conheci ele... (Ana) ”.



Ana (40 anos) trabalhou durante 03 anos numa Biblioteca Universitária da Universidade Mogi das Cruzes (UMC), atualmente trabalha há 6 anos em uma biblioteca de lazer de um grande clube esportivo (Esporte Clube Pinheiros) e recentemente foi aprovada no Concurso da Prefeitura de São Paulo e está aguardando a nomeação. Futuramente pretende fazer uma pós-graduação, no entanto, não pretende ir além disso por enquanto.

Fernando (46 anos) não trabalha na área atualmente, no entanto está tentando se recolocar no mercado de trabalho, estudando para concursos da área e tentando entrar numa pós-graduação.

Para ambos a biblioteconomia é uma paixão – intermediada pelos livros – no entanto cada um chegou até ela de uma maneira diferente.

 “...Biblioteconomia pra mim é...
 Minha vida! Desde que descobri este curso no Técnico...”
(Fernando Reis)

“A Biblioteconomia veio na minha vida como uma segunda profissão, eu sempre gostei muito de ler , de livros  e de informação então me formei em 2006 em jornalismo, mas como toda profissão tem seus inúmeros desafios  eu não consegui emprego nesta área e vi que não era bem o que eu queria então arrumei emprego em uma biblioteca universitária e daí resolvi ser bibliotecária e fazer uma segunda formação e vi que a biblioteconomia era tudo o que se encaixava na minha vida e caiu como uma luva”. (Ana Paula Cavalcante)

Para ambos a FESP foi responsável não só pela formação de bibliotecário, mais também por, trazê-los amigos e mais do que isso, os funcionários, professores foram como uma família.

“... eu frequento a faculdade quando tem palestras e é um lugar bem diferente mesmo das demais faculdades onde estudei tenho muito amor por esta instituição...”.
(Ana Paula Cavalcante)

Em relação ao que precisa ser mudado na Biblio, tanto a Ana como o Fernando mencionam alguns tópicos:
  • Novos espaços públicos e bibliotecas;
  • Vagas e Salários mais decentes;
  • Bibliotecários mais atualizados – em todas as áreas do conhecimento humano;
  • Mais reconhecimento do profissional.


Aos novos integrantes eles desejam sorte e muito sucesso na área, e ainda deixam claro da necessidade de se gostar do que se estuda, para obter êxito e sucesso.

“... é uma profissão maravilhosa, eu pelo menos acho (Fernando)... Acredite sempre em seus sonhos e em tudo que faz, inclusive estudar, sempre vale a pena se você colocar amor naquilo que faz (Ana) ...”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário