quarta-feira, maio 17, 2017

Coluna: Música e Livros. Por Bruno de Carvalho.


E temos de volta na MC a Coluna: Música e Livros escrita por Bruno de Carvalho ex-aluno de Biblioteconomia da FESPSP. A coluna traz entrevistas com bandas contando um pouco sobre suas trajetórias, influências e o que elas leem, mostrando como música e livros tem tudo a ver. Aproveitem esse grande retorno!


Olá ,
Segue a entrevista com Fábio Golfetti, vocalista da banda Violeta de Outono.

Foto atual: Gabriel Costa, Fernando Cardoso, José Luiz Dinóla e Fabio Golfetti


1) Quando você decidiu seguir o caminho da música?

Quando eu tinha 14 anos, como muitos adolescentes, descobri os sons que marcaram minhas ideias, e que escuto até hoje. Na verdade, o espírito de liberdade e contra cultura que ainda pairavam no ar no início dos anos 1970, foram fundamentais para que eu, inconscientemente, decidisse ser um músico/ artista.



2) Quando você entrou na banda Violeta de Outono?

O Violeta de Outono foi formado em 1984. O Claudio Souza e eu fazíamos parte de outra banda alternativa, o Zero, e saímos para formar o Violeta com um amigo de infância, o Angelo Pastorello. A ideia era fazer um som mais simples baseado nas nossas influências dos anos 1960-70.



3) De onde vem o nome da banda?

Surgiu da associação de duas palavras que traduziam o conceito, Violeta, a luz, a última cor da escala visível, associado ao Outono, referência da melancolia na poesia chinesa, que estava presente nas letras.


4) Como era o convívio com as outras bandas de São Paulo em 1980?

O Violeta de Outono surgiu numa segunda geração das bandas paulistanas nos anos 1980. Dividimos alguns shows com o IRA!, outra banda que fazia um som também mais atemporal. Não participamos muito do movimento das bandas da época, pois nosso som ia para outro caminho, menos pop.



5) A banda tem música inspirada em livros?

No primeiro álbum a maior parte das letras vem de poesias chinesas, I Ching mesclada com a literatura psicodélica dos anos 1960.



6) Como está a agenda da banda atualmente?

A banda lançou recentemente o álbum “Spaces” o terceiro de uma trilogia iniciada em 2007 com o álbum Volume 7. Essa trilogia marca a segunda fase mais progressiva da banda com o quarteto: Fabio Golfetti, Gabriel Costa, Fernando Cardoso e José Luiz Dinola. Como estou também tocando na banda inglesa GONG, este ano estaremos com menos disponibilidade de datas, possivelmente em Agosto e Novembro estaremos nos apresentando.
Por outro lado, o trio original formado por Fabio Golfetti, Angelo Pastorello e Claudio Souza, vai se reunir em 27/05 para um show especial em comemoração aos 30 anos do lançamento do primeiro álbum pela RCA em 1987, no SESC Pompéia.


Foto da época: Claudio Souza, Angelo Pastorello e Fabio Golfetti


7) Quais são os planos futuros da banda?

Pretendemos fazer muitos shows para promover o álbum Spaces juntamente com a trilogia.

Ao mesmo tempo, o trio original poderá se reunir esporadicamente para fazer shows tocando o repertório do início da banda.



8) Deixe uma mensagem para os leitores do blog, fale o que quiser.

Gostaria apenas de agradecer a oportunidade em fazer esta entrevista! Muito obrigado!

Abs, Fabio Golfetti



Nenhum comentário:

Postar um comentário