terça-feira, maio 09, 2017

Programação Cultural: "Um breve passeio à Casa Guilherme de Almeida". Por Leonela Souza de Oliveira.


Vamos falar um pouco da nossa irmã Museologia!

O ICOM – International Council of Museums (2007) defini que o museu é uma instituição permanente, sem fins lucrativos, a serviço da sociedade e do seu desenvolvimento, aberta ao público e que adquire, conserva, investiga, difunde e expõe os testemunhos materiais do homem e de seu entorno, para educação e deleite da sociedade.

Gostaria de apresentar a vocês, o museu-casa de um famoso e ilustre morador!

Bom, primeiro vamos entender a definição de museu-casa: é uma tipologia de museu que abriga um imóvel que serviu de residência, buscando preservar a forma original de seus objetos pessoais, além do mobiliário que se refletem no estilo de vida do morador.



Fonte: Banco de imagens do Google.


O museu biográfico e literário Casa Guilherme de Almeida (na foto acima) é administrado atualmente em parceria com a POIESIS – Organização Social de Cultura por intermédio da Secretaria da Cultura. Foi inaugurado em 1979, instalado na residência onde viveu o poeta, tradutor, jornalista e advogado paulista Guilherme de Andrade e Almeida de (1890 á 1969) sendo que em 11 de junho de 1969 veio a falecer.  O museu-casa abriga ainda, um Centro de Estudos de Tradução Literária, fruto do seu relevante papel como tradutor de línguas estrangeiras.
 
Fonte: Banco de imagens do Google.

Possui uma coleção de obras de arte que podemos contemplar na visita ao museu-casa tais como: gravuras, desenhos, esculturas, pinturas em grande parte oferecidas ao poeta pelos principais artistas do modernismo brasileiro, Anita Malfatti e Tarsila do Amaral, que frequentavam sua casa. Dispõe ainda, de uma biblioteca particular do escritor que abriga seus livros raros, além de títulos estrangeiros e de sua própria autoria, assim como a hemeroteca e o arquivo fotográfico. É possível fazer consulta em seu acervo, mediante carta de recomendação da Instituição a qual o estudante ou pesquisador fará a pesquisa.


O museu-casa conta com uma intensa programação que é dividida em cursos voltados a tradução literária, oficinas de tradução de poesia, já no campo da cinematografia a “Sala Cinematographos” exibe filmes comentados pelo poeta, nome da coluna que Guilherme de Almeida escrevia diariamente no jornal estado de São Paulo. Há ainda, exposições permanentes e temporárias que podem ser visitadas. Recentemente foi adquirido um espaço (anexo) ao museu-casa que abriga a reserva técnica o acervo arquivístico, além de um laboratório de restauro de livros que desenvolve cursos e palestras.

Marlene Laky, conservadora e restauradora do museu Casa Guilherme de Almeida, ministra diversas oficinas, sobretudo na área de museus desde 2011, nós concebeu um depoimento contando um pouco mais sobre o curso de “Pequenos reparos de livros”:


A oficina já acontece desde 2014 e oferece cursos regulares com a duração de dois meses, uma vez por semana no horário das 19h às 21h, além de cursos de férias, os chamados intensivos que acontecem em janeiro, fevereiro e julho, no período da tarde.

Os cursos na área são poucos e a proposta é oferecer aos alunos noções sobre os danos mais frequentes (capas soltas, rasgos, áreas faltantes dentre outros) e como soluciona-los com materiais e intervenções corretas. Nas aulas, ainda são apresentados filmes sobre papéis e também uma visita noturna no museu, onde são discutidos os métodos de conservação usados no acervo”.


A taxa do curso é de R$ 50,00 sendo a carga horária de 16h. Maiores informações podem ser solicitadas pelo telefone (11) 3673-1883 ou pelo email do museu casaguilhermealmeida@gmail.com

Ficou interessado (a)? Então corre e se inscreve, lembrando que há poucas vagas sujeitas a lotação e fila de espera.

A programação completa, os horários de funcionamento, visitas e endereços confira no site da instituição no link.

Também é possível acompanhar pela página do Facebook.


Boa visita galera e até próxima!
 

4 comentários:

  1. Leonela, realmente a casa é ótima e vale a visita! Os cursos da Marlene são irrepetíveis, já fiz duas vezes e faria de novo. Você sempre aprenderá coisas novas. Parabéns pelo relato!

    ResponderExcluir
  2. Muito obrigada Rosângela,aguarde que em breve teremos mais publicações de lugares imperdíveis para conhecer.

    ResponderExcluir
  3. Leo, muito boa sua matéria. Já estou de olho na agenda para fazer a oficina de reparos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bacana Fernanda o curso super vale a pena! Muito obrigada e aguarde que teremos outras matérias imperdíveis.

      Excluir