sexta-feira, setembro 15, 2017

Coluna: Música e Livros. Por Bruno de Carvalho.


A coluna: Música e Livros por Bruno de Carvalho traz essa semana um pouco da trajetória do músico Alessandro Zaccheo nos anos 80 em Brasília e sua relação com a leitura. Confiram:


Alessandro Zaccheo
Brasília 1980:




Alessandro Zaccheo e Renato Russo


Morou em Brasília na década de 80, tocou na Banda XXX (xis xis xis), e Escola de Escândalos, foi baterista dessas bandas, durante este período, conheceu o pessoal das outras bandas: Plebe Rude, Capital Inicial e Legião Urbana, Finis Africae, etc... A convivência com todos daquela turma era muito boa, conheceu- os numa festa punk.

Um evento que participou na época em Brasília foi o festival da Associação Brasileira de Odontologia (ABO), em que tocaram a Plebe Rude, Capital Inicial, Legião Urbana, XXX e a Banda 69. Assistiu ao último show do Aborto Elétrico: 

“Quando o Renato abriu meu destino nessa mágica da expressão, vendo o Fê tocar bateria quis também e depois de 2 semanas eu estava no palco com o meu grupo bambino e os marginais e o Renato de trovador solitário pouco apreciado, pra mim maravilhoso. ”

 

Alessandro na bateria em apresentação da Banda XXX


De acordo com Alessandro, tem ótimas lembranças de Renato Russo, tinha grande amizade com ele.

A banda Escola de Escândalo (nome retirado do clássico literário do autor irlandes Richard Brinsley Sheridan, The School for Scandal), formada em 1983 por Bernardo Mueller e Geraldo "Geruza" Ribeiro, que vinham da Banda XXX, foi uma das grandes promessas e referência de sucesso do rock brasileiro na década de 80. Foram chamados para a formação inicial da Escola o guitarrista Fejão, o baterista Alessandro "Itália" e alguns meses depois, chegava à banda Marielle Loyola como apoio vocal para Bernardo.

Bernardo (vocal) e Geruza (baixo) integravam ao lado de Alessandro (bateria) e Jeová Stemller (guitarra), o grupo XXX, que liderou o movimento punk brasiliense ao lado da Plebe Rude no início dos anos 80 e realizou – junto com Legião Urbana, Capital Inicial, Banda 69 e a própria Plebe – a série de shows antológicos na Temporada do Teatro da ABO, em abril de 1983.



Banda XXX na casa de Fê Lemos, em Brasília durante ensaio na década de 80, Alessandro ( bateria) e Geraldo Ribeiro ( baixo)


Leitura: 

“Eu comecei a ler o livro do Italo Calvino ainda criança e até os 29 anos li muito mesmo as vanguardas francesas os poetas malditos de todos os tempos adoro cinema também Fellini, Wenders, Meirelles, Pasolini e Benigni. Realmente é uma pena eu agora não ler como queria, mas escrevo muito mesmo no meu mundo e aconselho ler pra vida melhorar. Poeta é bicho que morre no mar e quando anjo canta, ele nem sempre sabe quem ele é, sou menino sonhador e às vezes não entendo o que eu escrevo, tem cores que morrem no peito e às vezes preciso cantar”.



Alessandro Zaccheo, Gastão Medeiros e Renato Rocha (Negrete), que foi baixista da Legião Urbana



Vídeos enviados por Alessandro Zaccheo:


Alessandro Zaccheo “ Zaky Punk” voltou para a Itália, atualmente está com o projeto musical Boca do Zaky e Sergio e Zak

Boca do Zaky

 

Capital Inicial (versão demo) das Antigas 1982, Gravado na casa do Fê Lemos (baterista do Capital Inicial), nesse dia o XXX gravou república banana.

 


 

Nenhum comentário:

Postar um comentário