segunda-feira, dezembro 03, 2012

Por que me interessei pelo curso de Biblioteconomia

Cristiane Laudemar Rodrigues
O depoimento da série “Por que me interessei pelo curso de Biblioteconomia?” desta semana relata a história de Cristiane Laudemar Rodrigues, aluna do 6º semestre noturno da FaBCI. Saiba um pouco mais sobre sua história e o porque ela escolheu o curso de Biblioteconomia e Ciência da Informação.



Meu nome é Cristiane Laudemar Rodrigues Assis,sempre gostei de estudar e fui boa aluna, nunca repeti de ano. Tenho 37 anos. Era uma das poucas meninas que gostavam de ler da minha turma. Terminei o segundo grau e fui trabalhar em um escritório com 18 anos.Trabalhei nesse escritório na vila olímpia por 3 anos. Casei-me aos 23 e fui mãe aos 24, tenho 2 filhas. Parei de estudar, acabei me acomodando. Fiquei 12 anos casada. Há dois estou separada. Devido a dificuldades financeiras voltei a trabalhar a mais ou menos 5 anos como diarista, na Vila Madalena. Trabalho nesta casa 3 vezes por semana e em outras 2 para completar.

Gosto do que faço e me acho uma boa profissional da área. Mas sempre pensei em ir mas longe, pois tenho 2 filhas e familiares que dependem de mim, sendo assim resolvi fazer um cursinho e tentar entrar em alguma faculdade pública no ano passado. Estudava aos sabádos das 9 as 16 horas na EDUCAFRO um cursinho pré-vestibular comunitário gratuito próximo á minha casa. A noite em alguns sabádos fazia reforço de redação e matemática em uma igreja evangélica que ministrava o curso, foi otímo.Consegui tirar 7 na redação do ENEM o ano passado!

Meu patrão e minha patroa , a quem sou eternamente gradecida, sabendo disso e conhecendo a FESP, me propuseram tentar o curso de Biblioteconomia que ele considera uma profissão de futuro e parecida comigo, me deu o site da FESP eu entrei olhei o currículo e me apaixonei, chegando a ler Olhai os Liríos do Campo só para entender o trabalho temático!

A príncipio ele disse que se eu passasse ele me ajudaria a pagar a faculdade,foi o dia mais feliz da minha vida. Hoje ele paga minha faculdade integralmente sem descontar nem um tostão. Sou abençoada. Me lembro e choro! Sou a primeira pessoa da minha família a cursar uma faculdade... Tem horas que penso que é um sonho! Mudar a realidade de muitas pessoas é minha meta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário