Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2015

Coluna Música e Livros por Bruno Carvalho

Música e Livros é uma coluna escrita por Bruno Carvalho, ex-aluno de Biblioteconomia da FESPSP, que fala a respeito de bandas e o que elas leem, mostrando que música e livros tem tudo a ver!
Este mês Bruno entrevista Cíntia HC, baixista da banda Menstruação Anarquika.

A banda foi formada em 1992 na região do ABC Paulista (SP) composta somente por mulheres, com o objetivo de passar a diante seus ideais, sua luta e resistência contra o sistema opressor e machista, relatando em suas letras uma visão libertária, que se opõe a governo, militarismo, poder, ganância e fanatismo religioso. Presente firme e forte na cena do underground há 20 anos, a banda deixa claro que não se considera a “elite” do punk e sim que fazem parte de um movimento de mudança buscando manter sempre suas raízes que são anarquia, protesto e revolução.




MC: Quando começou a se interessar por música?
Cíntia HC: Gosto desde criança nem sabia o que era punk rock, meu irmão mais velho tinha o disco dos Ramones o "Rocket…

Visita de alunos da FaBCI ao Museu Afro Brasil em São Paulo

Os alunos do 5º semestre realizaram uma visita guiada no Museu Afro, localizado no Parque do Ibirapuera, São Paulo.

A visita ocorreu no dia 16 de maio e faz parte do conteúdo da disciplina Projetos Culturais, ministrada pela Prof. Tânia Callegaro.

Um pouco sobre o Museu...

O espaço foi inaugurado em 2004 é um órgão subordinado à Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo. sendo, portanto, uma instituição pública. Ele é administrado pela Associação Museu Afro Brasil - Organização Social de Cultura.

Seu acervo é composto por cerca de 6 mil obras (entre pinturas, esculturas, fotografias e documentos diversos de autores brasileiros e estrangeiros). Além de promover uma exposição permanente com seus artefatos, o espaço possui um auditório para eventos e uma biblioteca especializada em escravidão, tráfico de escravos e abolição da escravatura da América Latina, Caribe e Estados Unidos, contando com cerca de 10 mil itens.

Para conhecer um pouco mais sobre o museu consulte o site:

http://www…

Férias da Monitoria Científica

As férias estão chegando!

O semestre letivo foi muito corrido, muitas carinhas novas na biblioteconomia, muitos eventos e comemorações na FESPSP...

Mas agora é hora de desacelerar e curtir o tão esperado descanso.


A Monitoria Científica também vai entrar em recesso, mas preparamos um roteiro especial com sugestões para os seus dias de descanso....

Casa das Rosas
Av. Paulista, 37, Bela Vista, São Paulo
Estação Brigadeiro do Metrô (850m)
(11) 3285-6986 | 3288-9447
Funcionamento: de terça a sábado, das 10h às 22h | domingos e feriados, das 10h às 18h
Entrada grátis
www.casadasrosas.org.br

Casa Guilherme de Almeida
Museu: R. Macapá, 187, Pacaembu, São Paulo
Estação Sumaré do Metrô (900m)
(11) 3672-1391 e 3868-4128
Funcionamento: de terça a domingo, das 10h às 18h
Atende a escolas, mediante agendamento
Entrada grátis
Anexo: Rua Cardoso de Almeida, 1.943 (próximo à estação Sumaré)
(11) 3673-1883
Funcionamento: variável com a programação
Entrada gratuita
www.casaguilhermedealmeida.org.br

Catavento Cultural e Edu…

1º Congresso Ibero-americano de Bibliotecas Escolares

Entre os dias 21 e 23 de outubro de 2015 acontecerá no Brasil o 1º Congresso Ibero-americano de Bibliotecas Escolares (CIBES) em Marília, SP. Após a edição brasileira, haverá uma edição espanhola que ocorrerá na Universidade Carlos III em Madrid, entre os dias 26 e 28 de outubro. 

O CIBES tem como principal objetivo reunir pesquisadores e demais profissionais que atuem com bibliotecas escolares e debater sobre os novos caminhos dos ensino-aprendizagem.

A submissão dos trabalhos será aceita entre os dias 08/06/2015 e 07/07/2015. Para maiores informações sobre as regras para envio e apresentação de trabalhos no evento clique aqui

Caso queira participar do congresso as inscrições vão até dia 21/10/2015, e os valores seguem abaixo:
Alunos de graduação R$18,00Alunos de pós-graduação R$ 25,00Professores da rede de ensino e bibliotecários R$50,00Demais interessados R$100,00 Não esqueça que após 31 de agosto haverá um acréscimo de 20% nestes valores.

Para saber notícias atualizadas sobre o ev…

Bibliotecário também ama

Bibliotecários também amam! Sério! Mas, eu falo isso porque o esteriótipo é tão focado na velhinha rabugenta de coque (e que geralmente é aquela mesma velha solitária dos gatos haha) que esquecem que o bibliotecário é uma pessoa como qualquer outra!

Enfim,
Ano passado (quando eu ainda estava no técnico), achei um videozinho muito massa no youtube com o título "amar un bibliotecari@" (com "n" mesmo, está em espanhol). 
O texto é o seguinte:
Amar Bibliotecári@ é... quando el@ pergunta "Qual o assunto" e você responde "AMOR".
Amar Bibliotecári@ é... extasiar-se no conhecimento.
Amar bibliotecári@ é... todos os dias poder deleitar-se nas mais lindas páginas do amor.
Amar Bibliotecári@ é... automatizar as rotinas diárias para dedicar-se aos desdobramentos da emoção.
Amar Bibliotecári@ é... guardar os livros na estante e el@ no coração.
Amar Bibliotecári@ é... viver um conto de fadas, dentro de uma antologia romântica.
Amar Bibliotecári@ é... fazer d…

Coluna: Onde estão os bibliotecários? Por Grazielli de Moraes

Hoje trago a entrevista realizada com Renata Rosa, 33 anos, bibliotecária pela FESPSP desde 2011, especializada em Gestão do Conhecimento (FGV), além de participar de palestras de especialização sobre o temas, como Tool Pocket KM, e participações em Jornadas Culturais e eventos de atualização profissional. Atualmente estuda Psicologia, pois acredita que a Gestão do Conhecimento está totalmente atrelada ao comportamento humano.

“... Gestão do Conhecimento está relacionada com o comportamento das pessoas e, na grande maioria dos casos, para ser implementada, requer um projeto de gestão de mudança, para auxiliar na criação de um ambiente de compartilhamento.”  (Renata Rosa de Almeida)
Atualmente trabalha com Gestão do Conhecimento na empresa PwC (PriceWaterCoopers – internamente utilizado o nome Knowledge Management – KM). Sua atuação refere-se à projetos e práticas de compartilhamento interno de conhecimentos, no entanto, atualmente, sua atuação está focada na gestão de conteúdo do Porta…

19 tendências para as bibliotecas observarem atentamente hoje

Inspirada no modelo de sucesso da Aliança Americana de Museus, do Centro para o Futuro dos Museus, a ALA lançou o Centro para o Futuro das Bibliotecas, com apoio do Instituto de Serviços em Museus e Bibliotecas. O Centro para o Futuro das Bibliotecas trabalha com três objetivos: identificar tendências emergentes para as bibliotecas e as comunidades às quais elas servem; promover técnicas visionárias e inovadores para ajudar aos bibliotecários e aos profissionais de bibliotecas a delinearem seu futuro profissional e construir conexões com experts e pensadores inovadores para ajudar aos bibliotecários com questões emergentes. O responsável pelo Centro é Miguel A. Figueroa (leia abaixo a entrevista exclusiva para a MC).
A comunicação é feita por meio do blog Library of the Future, curiosamente dentro da tag "Transformando" (Transforming) da ALA.org. O blog noticia eventos da ALA e faz recomendações de material e leitura no tema de Bibliotecas do Futuro, na aba Manual para o Futur…