domingo, junho 01, 2014

Coluna Música e Livros por Bruno Carvalho

Música e Livros é uma coluna escrita por Bruno Carvalho, ex-aluno de Biblioteconomia da FESPSP, que fala a respeito de bandas e o que elas leem, mostrando que musica e livros podem ter tudo a ver!

Entrevista com Eliza Schinner,  baixista das bandas Hanoi Hanoi, Nove Zero Nove e Harmada.

1) Eliza, quando começou seu interesse em ter uma banda de rock, em tocar?
Aos 3 anos de idade eu pedi um piano de presente. Quando meus pais vieram com um piano de brinquedo disseram que eu só reclamava que queria o piano grande (rs). Aos 8 anos ganhei um piano velho, daqueles desafinados (era o que minha família podia bancar), e durante muitos anos ele foi minha grande paixão. Aos 9 eu já tocava piano e dedilhava um violão. Aos 12 peguei meu primeiro baixo. Comecei a ouvir Guns n'Roses (tocava direto nas rádios) e a sonhar em subir em grandes palcos. Aos 13 eu já tinha 5 bandas na escola. Posso dizer que a música e o rock vieram de nascença!

2) Toca em alguma banda atualmente? Qual o nome da banda? Quem são os integrantes?
     Atualmente tenho maior orgulho de ter entrado pra Nove Zero Nove, uma banda que me impressionou muito, grande eu fui jurada de um festival de bandas e dei a vitória para a Nove Zero Nove. Já toco também com o Hanoi Hanoi há 6 anos, uma banda que foi muito famosa nos anos 80, com hits como "A Noite do Prazer", "Rádio Blá" e "Totalmente Demais", que são originalmente de seu vocalista, o Arnaldo Brandão (também um grande baixista, que tocou com Raul, Cazuza e Caetano). E um dos projetos dos quais mais curto participar, mas que atualmente está parado, é a banda Harmada.

3) Tem alguma música sua que fala de algum livro? Ou alguma música que tem trecho de livros? 
 A banda Harmada, por exemplo, tem seu nome totalmente inspirado no romance do escritor João Gilberto Noll, lançado em 1993, que conta a história de uma cidade fictícia e de uma utópica libertação maior do que a própria liberdade. Vale a pena a leitura e ouvir o nosso disco Música Vulgar Para Corações Surdos.

 4) Qual a influência literária nas suas músicas? Que livros e autores a influenciam? 
 Eu, particularmente, não costumo escrever letras. Atuo muito mais como instrumentista e arranjadora. Gosto de colocar melodia e harmonia nas letras. Como toco diversos instrumentos (além do baixo estudei anos de piano, violão e bateria), gosto muito de fazer os arranjos. Me dê uma boa letra, que te dou uma bela harmonia! (rs) De qualquer maneira, volta e meia participo de algumas loucuras literárias, principalmente com o Arnaldo Brandão (do Hanoi Hanoi) e o Tavinho Paes (compositor e poeta). Outro dia estava lendo o Palanque Punk, de Tavinho Paes. Uma deliciosa loucura. Começando a ler agora o Favelost, de Fausto Fawcett.

5)  A banda tem site, pagina no facebook? como está a agenda de shows?
 A Nove Zero Nove, minha grande paixão e aposta pro rock brazuca atual, está em www.facebook.com/novezeronoverock (curtam!) e no site www.novezeronoverock.com (nosso álbum está disponível para download grátis, o importante é divulgar o nosso trabalho). Neste dia 30 de Maio estaremos no palco da Planet Music (Cascadura). Dia 6 de Junho na Lona da Maré. Dia 14 de Junho no Espaço Marum (Catete). Dia 21 de Junho em Nilópolis e dia 22 no Saloon 79 (Botafogo).
 No dia 14 de Junho toco também com Arnaldo Brandão no La Esquina, na Lapa! Todos convidados! 
 O som da Harmada pode ser conferido em: soundcloud.com/harmada

 6) Fique à vontade para indicar alguns livros e deixar uma mensagem aos leitores do blog. 
Recado pra galera: Aprender música é uma grande terapia, que não tem hora para começar e nem pra terminar. Recomendo a todos ao menos uma tentativa, afinal "mais vale morrer tentando do que nunca tentar". Nietzche já dizia: "Sem a música, a vida seria um erro”.

Eliza Schinner



Colaboração na matéria: Eliza Schinner

Nenhum comentário:

Postar um comentário