domingo, dezembro 15, 2013

Ademir Takara é o capitão do time de bibliotecários do Museu do Futebol

Dóris, Ademir e Pedro
Os alunos Alex Silva e Jennifer Gonçalves estiveram no Centro de Referência do Futebol e conversaram com Ademir Takara, Pedro Sant’Anna e Dóris Régis, responsáveis pelo acervo e gerenciamento do novo espaço documental de São Paulo. Para quem ama o esporte ludopédico e mesmo quem prefere outros esportes, a visita é obrigatória e encanta em todos os aspectos. Um reflexo de um trabalho dedicado e minucioso de Ademir e sua equipe.


“O que me impressionou foi a paixão do Ademir pelo seu trabalho, enquanto ele me explicava sobre a organização de tudo os olhos dele brilhavam!”, afirma Alex.

Pedro Sant’Anna foi quem aprimorou a base de dados do Centro e o resultado é tão emocionante quanto ver seu time vencer um campeonato. Alex Silva ficou muito surpreso: “A base que eles usam é indescritível! Você pode fazer uma pesquisa mais metódica, ou com óculos, em 3-D, uma experiência incrível, só indo lá para ver!”
Quando Alex e Jennifer entrevistaram Ademir para saberem mais detalhes sobre seu trabalho, o Centro de Referência do Futebol estava sendo inaugurado, com a apresentação oficial da base de dados e a inauguração da biblioteca:

MC: Conte-nos um pouco sobre sua carreira profissional.

ADEMIR: Minha primeira graduação foi em História na USP e minha segunda graduação em Biblioteconomia, também na USP. Fiz alguns trabalhos avulsos até que em 2004 passei no concurso da prefeitura de São Paulo e comecei a trabalhar no Centro Educacional Unificado Quinta do Sul. Durante o processo de implantação do Centro de Referência do Futebol Brasileiro surgiu a vaga para bibliotecário e me candidatei, pois o meu trabalho de conclusão de curso foi sobre bibliografia de futebol no Brasil. Em novembro completou dois anos que estou no Museu do Futebol e nesse período comecei a organizar a busca de títulos, montar o acervo e a catalogação dos materiais. Hoje, além da inauguração da biblioteca é também a apresentação oficial do banco de dados.

MC:  Havia uma demanda por um centro como este? Quem são os usuários?

ADEMIR: Iremos conhecer os usuários agora, o que temos é uma perspectiva. O futebol tem encontrado muito espaço nas universidades, mapeamos vários grupos de estudos de futebol e o que detectamos, por exemplo, é que só este ano já foram lançados 120 títulos sobre o futebol. O recorde de lançamentos foi em 2010, passou de 240 títulos. Ano de Copa do Mundo é muito propício para lançamentos de livros e desde 2001 só teve um ano em que o número de lançamentos não superou 100 títulos.

MC:  De que consta o acervo?

ADEMIR: Aqui na biblioteca você vai encontrar fisicamente: livros, periódicos (basicamente revistas, pois não temos como guardar jornais devido ao espaço) e DVDs. Temos também em arquivos digitais: artigos científicos, teses, dissertações e alguns outros trabalhos acadêmicos.

MC:  Como o acervo foi organizado?

ADEMIR: Optamos pela CDU porque o fato de poder construir a numeração faz mais sentido no caso do futebol. Abrimos mão tanto da PHA quanto da CUTTER, pois como a ideia é abarcar o maior número de pessoas, então escrever diretamente o nome do autor faz com que chame mais o usuário. Por exemplo, as biografias entraram primeiro pelo biografado porque é a maneira que as pessoas buscam. As pessoas não vêm atrás do livro do Ruy Castro, elas vêm atrás da biografia do Garrincha. E também temos materiais de clubes. Ficamos em dúvida sobre como organizar todos os livros do São Paulo, por exemplo. O legal é você deixar tudo junto, por isso abriu-se mão da PHA e da CUTTER.

MC: Quais os planos para o ano que vem, com a Copa do Mundo aqui no no Brasil?

ADEMIR: Temos muitos projetos, porém isso é com outro departamento, o que posso antecipar é que a próxima exposição temporária é Futebol de Papel. A ideia é juntar desde postais, selos, cartas, até outros materiais inusitados que relacione futebol com o papel. A exposição já está sendo produzida, a perspectiva é para final de outubro ou começo de novembro. (nota: a exposição já está funcionando, veja detalhes aqui)

Equipe do Centro de Referência do Museu do Futebol: Ademir Takara; Dóris Régis; Pedro Sant’Anna

Video:


http://www.espn.com.br/video/361892_centro-de-referencia-do-futebol-brasileiro





Alex Silva e Jennifer Gonçalves são alunos do quarto semestre noturno

Nenhum comentário:

Postar um comentário