domingo, novembro 02, 2014

PEC: A Biblioteca do Sebrae-SP

Semana passada foi divulgado o Programa de Enriquecimento Curricular sobre a Biblioteca do SEBRAE-SP que ocorreu na quinta-feira dia 30 de outubro. O aluno Leonardo Ragacini nos conta o que rolou, confira!

Hoje as 11:30 tivemos na sala 54 a palestra de Felipe Santos sobre a Biblioteca do SEBRAE.  Foi muito enriquecedor ver alguém que soube usar seus recursos de forma a tornar a sua biblioteca um lugar vivo. Como foi dito pela professora Valéria Valls durante a palestra “o grande desafio nem sempre é ter os recursos financeiros”, embora esses sejam necessários, mas ter o poder financeiro não significa que ele será aplicado como se deve.

Felipe contou como encontrou uma biblioteca abandonada, como muitas que ainda são, infelizmente, e aos poucos foi transformando o espaço e trazendo o poder de ser empreendedor e um profissional exemplar. É muito fácil se acomodar e seguir um fluxo vicioso que se arrasta pela empresa que trabalha, mas não se deixar assustar pela quantidade de trabalho e pelos desafios é o que nos faz ser bons Cientistas da Informação e Bibliotecários, pois só ter um CRB é pouco.

O SEBRAE vem com uma proposta muito interessante de transformar jovens ainda no ensino médio em futuros empreendedores a exemplo do que já acontece em outros países, pois muitas empresas no Brasil fecham e sonhos acabam por falta de conhecimento do que é ser empreendedor. Uma jovem que apresenta bem o quanto o espirito empreendedor é importante é Bel Peace que mudou sua realidade de vida com força de vontade.

Com ideia de integrar as ETEC, FATEC e ETIM na escola do SEBRAE junto com instituto  Paula Souza com cursos variados que não visam só mercado de trabalho, mas de fato preparar o jovem para ser um futuro empreendedor, mostra uma forma muito oportuna de mudar o ensino em nosso pais e também integrar a comunidade nesse processo.

Felipe Santos saiu de uma biblioteca abandonado com livros desatualizados, sendo “EuQuipe” e sem uma perspectiva de melhora a curta prazo para fazer o que é hoje uma biblioteca estruturada que conta com mais de 15 mil títulos dos mais variados para atender todas as faixas etárias e modalidades de ensino da escola de negócios do SEBRAE acreditando que o bibliotecário não se pode deixar abater pelas dificuldades e precisa sair da sua zona de conforto e se integrar com todos os setores a sua volta, pois a já batida frase “network é tudo” é mais que verdadeira. Hoje ele já possui melhores condições de trabalho e uma equipe que o ajuda, mas tudo isso porque ele soube ir atrás e batalhar e buscou conhecimento, o que é o nosso papel de bibliotecário até o dia da aposentadoria, e não teve medo de ser empreendedor também.

Como aluno do 2° ano de Biblioteconomia achei palestra muito interessante e me faz refletir sobre que caminhos quero trilhar em 2016 quando tiver meu diploma na mão e que tipo de desafios estarei enfrentando no mercado de trabalho, mas posso dizer que desde já levo comigo a ideia que ser um bibliotecário-empreendedor irá fazer toda diferença onde quer que eu esteja trabalhando.

Colaboração na Matéria: Leonardo Ragacini.


Quer participar da Monitoria? Mande um e-mail para monitorcientificofabci@gmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário