domingo, novembro 08, 2015

Coluna: Onde estão os Bibliotecários? Por Grazielli de Moraes

Hoje trazemos uma entrevista com Vilma Maria da Silva Butym, 37 anos, formada em Biblioteconomia pela FESPSP em 2001, mestre em Biblioteconomia e Ciência da Informação pela USF - University of South Florida, mestrado este reconhecido pela ALA – American Library Association desse modo seu diploma tem validade mundial.
  

Através do curso de Biblioteconomia na FESP eu pude entrar em contato com o mundo da 'ciência da informação' até então não revelado pra mim. Foi na FESP que aprendi sobre os bastidores de uma biblioteca ou centro de informação

Mora em Saint Petersburg (Flórida) a cinco anos, atualmente trabalha como Librarian I (bibliotecária Iniciante) na Biblioteca Pública - Clearwater Main Public Library, onde realiza trabalhos de atendimento (serviço de referência), catalogação e o que mais for necessário, além de ser voluntária em uma biblioteca especializada em medicina, com serviços de assistência biblioteconômica, pesquisas e catalogação.


Vilma acredita que é necessário que os bibliotecários cada dia mais mantenham-se atualizados e integrados ao mundo tecnológico e digital, além de terem seus conhecimentos aprimorados, mesmo que seja através da curiosidade ou da vontade de progredir.

“Seja sempre curioso e você terá sucesso no seu trabalho como bibliotecário. Um bom pesquisador é aquele que não desliga o canal de curiosidade, mas é sua motivação.”

Quando questionada a respeito de nosso papel enquanto profissionais da informação num cenário de crise como o que estamos enfrentando no Brasil ela respondeu que é mais do que necessário que haja criatividade, que façamos “afiliações” com profissionais de outras áreas e outras organizações.

“Por exemplo, bibliotecários devem aprender mais sobre tecnologia e computação. Devem desenvolver a capacidade de atuar em outras áreas de comunicação e pesquisa que não envolva a biblioteca em si. Exemplo disto é o mundo online.
Enfim, cooperativas é a palavra chave.”.

E para finalizar ela deixou uma frase pra que todos possamos refletir a respeito de nossa área de atuação e nossa “própria” (sei que é redundante mas, é necessário falar) atuação na biblioteconomia.

“Biblioteconomia para mim é a oportunidade de trabalhar com um diverso grupo de pessoas de todas etnias, níveis educacionais e sociais, ajudando-as a satisfazer uma necessidade informacional, e ao mesmo tempo, agregar conhecimento durante o processo de treinamento do usuário e realização de pesquisas em geral...”.

2 comentários:

  1. E ela tem alguma mensagem para quem quer trabalhar fora?Ou tem que fazer mestrado fora.
    abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vou verificar com a mesma e assim que possível te dou um retorno!

      Excluir