sexta-feira, junho 14, 2013

Ação DESTRAVE-SE! arrebata público e expõe realidade pouco conhecida




Toda a equipe reunida
A multiplicidade da natureza humana e o direito à informação devem ser de conhecimento do bibliotecário ao atender seu usuário. Esta é a reflexão que trouxe a ação cultural DESTRAVE-SE, que ocorreu no auditório nobre do SENAC Consolação no dia 24 de maio. A equipe de alunos do 7º semestre noturno que planejou e executou o evento comemora o sucesso da iniciativa junto com a comunidade FESPSP. Marcelo Leandro, um dos organizadores, fez um balanço sobre um trabalho mobilizador. Acompanhe a entrevista:




MC: Depois de tantos detalhes no planejamento e a coordenação de 5 frentes de trabalho, como você avalia o resultado do DESTRAVE-SE!?

MARCELO: A avaliação do evento superou todas as nossas expectativas de êxito, pois além de
Professora Tânia vestiu a camisa com seus alunos
termos integrado uma equipe de 25 integrantes em torno de um tema polêmico, atingimos todas as metas de uma ação cultural, cuja principal é a de provocar reflexão e gerar transformação social a todos que participaram. É uma satisfação imensa realizar algo assim.

MC: O documentário da Ana Cris está disponível? Qual o endereço (se for online)?

MARCELO: O documentário "Destrave-se!", dirigido e editado pela talentosa Ana Cristina Martins, ainda percorrerá o circuito de festivais de cinema de temáticas além da LGBT, como Direitos Humanos e Documentários, por isso, ainda não podemos veiculá-lo abertamente, em canais públicos como o YouTube. Mas aguardem, pois ele certamente será selecionado para algum festival ou mostra de cinema perto de você!

MC: A presença do Laerte Coutinho causou um furor muito positivo, como se esperava. Mas, o debate também foi muito enriquecedor. A Marcia Rocha é demais! Como os convidados avaliaram o Destrave-se!?

MARCELO: O Laerte realmente é um ser de muito carisma, irreverência e inteligência, sabíamos que sua participação, além de ajudar a "quebrar o gelo" à temática polêmica, seria de extrema valia ao debate. Todos os demais palestrantes pareciam satisfeitos com o resultado, comentaram que foi tudo "muito profissional" e até se predispuseram a participar de futuros eventos conosco!

MC: O apoio do SENAC foi o "pulo do gato" para o Destrave-se! acontecer com tanto sucesso?

Edson Feitosa
MARCELO: O apoio foi essencial, dado na hora certa, quando não podíamos contar com o auditório da FESPSP, pois o mesmo não estaria pronto para a data do evento. Edson Feitosa, o bibliotecário do Senac Consolação, nos propôs uma parceria que beneficiou a todos os envolvidos e público, nos oferecendo o auditório nobre, cuja capacidade é de 250 lugares e o técnico de som, em troca da integração do DESTRAVE-SE! com a instituição, que também traria a exposição "Muriel Visível", do Laerte, exposta na biblioteca localizada no 2º andar.

MC: Como a comunidade LGBTTTs presente avaliou o DESTRAVE-SE! ?

MARCELO: Devido à parceria com a Associação da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo
Kelly, Ana Cris, Marcelo e Taís
(APOLGBT-SP), nosso evento foi amplamente divulgado pelos portais virtuais LGBTs, como o Mix Brasil. O entrosamento só não foi maior porque se trata de uma comunidade um tanto dispersa, em que nem todos lutam pelos direitos de cidadania plena de todas as siglas do espectro LGBT. Os gays de classe média e alta, em geral, não estão muito preocupados com os direitos fundamentais dos Transgêneros, por não sofrerem do mesmo tipo de preconceito atroz que eles sofrem. Isso é uma pena, pois enfraquece a representatividade do movimento.

Professoras Rosa Crespo e Valéria Valls
MC: É claro que uma ação dessas extrapola, e muito, os objetivos acadêmicos iniciais que foram propostos. Alguém do grupo pretende levar adiante o DESTRAVE-SE! sob um viés mais acadêmico (desenvolver um mestrado, ou curso de especialização, etc?)

MARCELO: Isso ainda está sendo discutido internamente pela supervisão do projeto, pois queremos aproveitar ao máximo a discussão que foi gerada até agora para propósitos informativos e educativos, da melhor forma possível.

MC: Quais são os outros planos para o DESTRAVE-SE? Talvez um núcleo permanente na FESPSP, como temos a FESPPreto, o Clóvis Moura, os GED de sociologia, o cineclube Darcy Ribeiro, etc.?

Professor Henrique também estava por lá
MARCELO: Por enquanto, já é certo que pretendemos continuar com as mídias sociais online, como a comunidade do Facebook , que diariamente publica coisas relacionadas à temática Trans. Pretendemos vender camisetas e folderes explicativos em todos os eventos da FESPSP e entidades relacionadas aos Trans, para também popularizar a "marca Destrave-se". Quanto aos eventos, estamos programando a exibição do documentário em alguns espaços como o Cineclube Darcy Ribeiro, ONGs e Bibliotecas Públicas, também queremos realizar outras edições do evento principal, não só na cidade de São Paulo como Brasil afora, inclusive em Encontros de Biblioteconomia e Ciência da Informação. Cremos que é possível amplificar a mensagem do DESTRAVE-SE! em nível nacional, inclusive na classe dos bibliotecários, quase nada expostos a temas polêmicos e pertinentes à sociedade como este.

MC: A transmissão foi gravada? Está disponível em algum endereço?

MARCELO: A transmissão foi gravada e exibida pela PósTV, uma grande parceira de tv ao vivo pela internet. Atualmente, o evento está disponível nos links www.youtube.com/watch?v=ZW8ql1Ly3Cw e www.youtube.co/watch?v=QMDPFW03V8E (as atrações começam no minuto 22).

MC: Qual a maior mensagem do DESTRAVE-SE!?

MARCELO: Para mim, a maior mensagem foi a da superação de obstáculos, independente do tipo,
Alunos do 5º semestre apoiando a ação dos colegas


pois engloba tanto a auto-rejeição de alguém que não se identifica com o seu próprio sexo biológico, quanto a um bibliotecário que teme atender alguém por não saber como chamar o indivíduo - por ELE ou ELA. Isso faz parte da multiplicidade da diversidade humana, que foge dos padrões impostos pela maioria e pela mídia dominante, mas não vai deixar de existir nunca, pois é inerente ao ser humano. Ainda bem!



Para ver as fotos do evento, acesse:
Para saber mais sobre o "Projeto Destrave-se!", acesse:

4 comentários:

  1. na foto 1, está QUASE toda a equipe reunida, além do Laerte, Adão e Andreas (personagem do documentário).

    ResponderExcluir
  2. Tive o maior orgulho em presenciar o sucesso do 'Destrave-se' como um importante passo na inserção social de indivíduos marginalizados e estigmatizados da sociedade brasileira.
    Que este seja o primeiro evento de muitos outros que virão. Salve Marcelo Leandro! Salve Profa. Tânia Callegaro e todos os estudantes da FESPSP envolvidos nesta tarefa nobre.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Heloísa, a iniciativa é o embrião de um longa e bem sucedida carreira para o Destrave-se, temos certeza! Obrigada pela sua mensagem e continue participando do blog!

      Excluir