terça-feira, março 28, 2017

Ano de TCC? Estabeleça uma rotina produtiva... Por Ágata Souza.


Olá! Como está o andamento da execução de seu TCC? Espero que as dicas sobre planejamento da matéria anterior tenham lhe ajudado. Se quiser relembrá-las é só conferir aqui. Mas, hoje, tentarei ser ainda mais específica. Falaremos sobre algumas ações que, de tão positivas, poderiam se tornar uma rotina em seu processo de construção do TCC.  Uma rotina positiva e produtiva. Vamos lá!





1. Normalize ao longo da escrita = É um grande perigo escrever e depois normalizar! O ideal é normalizar de forma concomitante à escrita. No final, você irá revisar a normalização (muito mais simples, concorda?). Por exemplo, ao realizar uma citação inclua na sequência “autor, ano e página" (se for o caso) e a referência completa (e correta!) na bibliografia. Concordo que a produção possa ficar um pouco mais lenta, mas você evitará o retrabalho e o risco de erros de normalização passarem despercebidos. 

 
2. Nomeie seus arquivos .doc corretamente = Já viu algum arquivo nomeado como “Trabalho final_finalizado_imprimir esse aqui.doc”? Isso pode ser evitado no TCC com uma solução simples: inclua a data no final do nome do arquivo. Simples! Na minha rotina eu sempre abria o arquivo com data mais recente (que era completo, da capa até a bibliografia), fazia a “Hora da escrita” em um capítulo específico (àquela que comentei na matéria anterior, lembra?) e utilizava o “Salvar como” modificando a data no final do nome do arquivo.



3. Utilize a “nuvem” a seu favor = Crie uma pasta no Google Drive ou no Dropbox para guardar e gerenciar os arquivos de seu TCC. Nada de confiar somente em seu computador pessoal, não é? Não dê margem para o azar. A “nuvem” tem várias vantagens. A maior delas, em meu ponto de vista, é lhe dar acesso ao seu texto em qualquer computador. Assim, qualquer momento vago pode se transformar em um momento de construção de seu trabalho. 



4.  Explore “Lugares da inspiração” = Experimente escrever em lugares diferentes. Que tal escrever alguns parágrafos em alguma biblioteca da cidade? Lugares diferentes podem ser grandes fontes de inspiração também. Um olhar, um detalhe, a escuta de um diálogo entre desconhecidos podem “render” vários parágrafos!!! A grande maioria dos temas da Biblioteconomia tem uma interface com o “humano”, com o “mundo vivido”. Por isso, é preciso estar atento ao outro, ao ambiente vivenciado pelo outro. Vá a lugares prazerosos, aguce sua visão e audição e inspire-se para a escrita.



5. Tenha sempre onde anotar uma boa ideia = Algumas soluções para os problemas que aparecerão ao longo do caminho podem surgir nos momentos mais improváveis. E é fundamental ter onde anotar. Vale um caderninho ou o bloco de notas no celular. O importante é anotar. Boas ideias costumam ter a estranha capacidade de fugir (e bem rápido! kkk).



6. Represente informações por meio de imagens = Há vários programas (inclusive de uso on-line) para geração de tabelas, gráficos, infográficos. Utilize isso em seu trabalho. Esses recursos podem deixar as informações mais claras, atrativas e tornar a leitura mais leve. Fica como sugestão o criador de fluxograma Cacoo que utilizei para construir as tabelas do meu TCC. 



7. Utilize os serviços de referência = Nesse momento, é fundamental contar com toda ajuda possível. Experimente os serviços de referência de diversas bibliotecas (inclusive os serviços de referência on-line). Vale lembrar que esse serviço está disponível na própria biblioteca da FESP! Já utilizou? Possuímos uma equipe brilhante que pode lhe ajudar muito. É possível solicitar o levantamento bibliográfico e, até mesmo, a revisão da normalização. Outra dica: existe um intercâmbio entre acervos de diversas bibliotecas. Durante o ano em que realizei meu TCC era possível realizar empréstimos na USP, Mackenzie, FGV etc. Entre em contato com os funcionários da biblioteca e peça a lista atualizada. Os pedidos também podem ser feitos pelo formulário disponível neste link. Aproveite esse serviço!



8. Fale sobre o seu objeto de pesquisa = Sempre que a oportunidade surgir, explique seu objeto de pesquisa para outras pessoas. Quanto mais fizer isso, mais claro ele lhe parecerá. Essa simples prática pode se tornar um exercício para o momento da defesa de seu trabalho para a banca avaliadora. Dezembro logo, logo chegará...



DICAS EXTRAS 


- Potencialize sua orientação! = Construa e dê solidez à relação com seu orientador. Ele é a pessoa que mais poderá lhe ajudar nesse processo. Acredite, ele quer te ajudar a desenvolver um trabalho de qualidade! Confie nele! Seja pontual às orientações, leve suas dúvidas anotadas (isso agiliza e otimiza o encontro), anote as mudanças que precisam ser realizadas. Após as orientações, execute as alterações necessárias (se não concordar com elas, sempre argumente e exponha seu ponto de vista). Invista no diálogo. Fale sobre suas inquietudes, sobre suas dúvidas. Não deixe os problemas crescerem. Resolva-os junto com seu orientador. 



- Existem outras disciplinas além do TCC = É muito comum desprender uma energia e atenção maior para o TCC do que para as outras disciplinas. Cuidado com esse perigo! Para colar grau é preciso concluir com aprovação todas as disciplinas do currículo. Equilibre suas energias e direcione sua atenção com estratégia. 



Bom.. chegamos ao final dessa maratona de dicas com a temática “TCC”. Espero que tenha sido proveitosa. E lembre-se: estou disponível para esclarecer suas dúvidas e dialogar... É só comentar abaixo ou me escrever por e-mail: agata.souza@ifsp.edu.br
Em breve, voltarei com outras temáticas. Pensei em escrever sobre mercado de trabalho e concursos públicos na nossa área... Um grande abraço e até lá!



(*) Para acessar aos mini-currículos de toda Equipe MC 2017, confira diretamente no Blog na aba “Quem faz o blog”.



3 comentários:

  1. Que dicas maravilhosas;) Todas anotadas!!!

    ResponderExcluir
  2. ótimas dicas super valiosas, estou anotando todas.

    ResponderExcluir
  3. Ágata, você é ótima! Obrigada pelas dicas. =)

    ResponderExcluir