sexta-feira, junho 23, 2017

Coluna: Filme da Semana. Por Ana Beatriz Cristaldo e Renato Reis.


Gostaria de adiantá-los que estamos preparando um especial de férias. SIM POR QUE AS FÉRIAS ESTÃO AQUI MONAMOUR!

Baguera. 


Mas então pra já começar a esquentar a semana, eu e o Renato trouxemos um mulherão PARA ENALTECER O PODER FEMININO!
Eu vos trago o filme mais novo e subestimado lançamento desta semana:


Colossal


Do diretor espanhol Nacho Vigalondo (acho gostoso o primeiro nome, porém nunca tinha visto nenhum filme dele) e composto pelo elenco de atores: Jason Sudeikis (Saturday Nigh Live), Dan Stevens (O Fera da Bella), Tim Blake Nelson, Austin Stowell e A UNÍCA MULHER DO FILME Anne MARAVILHOSAESTONDEANTEGATADEUSA Hathaway (vejam bem ela não é a única, única mulher do filme, aparecem outras, porém ela é a única do grupo de protagonistas, composto majoritariamente por homens), Colossal é um filme que causou opiniões bem divergentes.


Mas vamos começar do início: Glória (Anne Hathaway) é uma mulher que está atualmente desempregada, gosta de sair com os amigos, talvez tenha um problema com bebida e mora em Nova Iorque com o namorado inglês Tim (Stevens), porém após alguns problemas no relacionamento dos dois, Tim expulsa Glória de casa e ela se vê obrigada a voltar à sua cidade natal para recomeçar. Quando começam a surgir notícias de um monstro gigante que aparece às 20:04 em Seul, na Coréia, que destrói a cidade e a vida das pessoas daquele país.


Ana você gosta desse filme por que tu gosta de fantasia e ficção...
Não.
Esse filme faz uma analogia à relacionamentos abusivos.
WHAAAAAAAAAAAAAAAT?
Sim!


O dia que no qual eu vi esse filme, cheguei em casa e recebo uma mensagem do Renato: “Ana acabei de ver Colossal, que filme ruim! Achei muito ruim! D:”
E eu respondi “TÁ DOIDO MANO, ESSE FILMÃO?!?!”


Pois é, entramos em crise. Mas tudo bem, a arte é isso, diversas interpretações e sentimentos.


O filme começa como uma comédia leve, daquelas clássicas de recomeço na cidade pequena, reencontra um colega de escola que nunca esqueceu dela e sempre acompanhou seu sucesso pela internet, ele a ajuda com algumas coisas da casa, dá um emprego pra ela, mostra um interesse e blá blá blá e aí o filme dá uma curva muito bizarra.


O amigo de infância Oscar (Sudeikis) tem um bar que era do pai dele, assim que ela chega na cidade e fala que não tem emprego e nem dinheiro, ele a contrata pra ajudar no bar, no qual tem uma ala que não foi reformada onde eles ficam até de manhã conversando e bebendo (os dois mais Stowell e Nelson os amigos de Oscar). Em dado momento, ISTO NÃO É UM SPOILER, ela descobre que o monstro que destrói as coisas em Seul é ela e que o parquinho, pelo qual passa bêbada todo dia de manhã, é um portal que a representa lá na Coreia como um monstro gigantesco...


(QUE!?! O parquinho representa uma parte de Seul e é um portal, todo dia quando ela passava por ele, em Seul o monstro gigante aparecia e reproduzia exatamente o que ela fazia enquanto passava pela pracinha. Ela é o monstro. Ok?)


... e compartilha isso com os novos amigos, pois estava carregando o peso da morte que causou acidentalmente do outro lado do mundo. Num processo de tentar se redimir, ela com o apoio de Oscar escreve uma mensagem em coreano pedindo desculpa e dizendo que o monstro nunca mais aparecerá de novo. Em uma noite enquanto eles bebem, Glória se encontra com o amigo bonito de Oscar no banheiro e marca um encontro na casa dele mais tarde, Oscar nota que eles dormiram juntos e ai a treta começa.


Enquanto tudo isso acontece, ela e o ex continuam mantendo contato, ela liga para avisar como vão as coisas, mas está claro que eles terminaram.
Agora vamos aos relacionamentos abusivos:


Tim:
Ele expulsa ela de casa, mesmo ela desempregada e sem um tostão no bolso e fala pra ela se virar.
Toda vez que ele liga pra ela é pra brigar, falar que ela está sempre bêbada e de como ela é imprestável. De uma maneira muito hostil!


Quando ela fica um tempo sem dar sinal de vida, ele vai até a cidade! Se hospeda lá e quando ela vai o visitar e fala que ta trabalhando em um bar, começa a humilhá-la “EM UM BAR? VOCÊ NÃO É UMA GARÇONETE! JÁ NÃO BASTA SER UMA BÊBADA...” e por ai vai.


Ele explode com ela várias vezes no filme, VÁRIAS e sempre sendo extremamente estúpido e depreciador e depois que explode, pede desculpa e fala que faz isso tudo por que a ama e se preocupa com ela. (!!!!!!!!!!)
ME RESPEITA IRMÃO!


Oscar:
Ele a ajuda com móveis, comida, dá um emprego e se oferece sempre como um apoio a ela, porém, aparentemente, por ele ter feito tudo isso ELA É OBRIGADA A FICAR COM ELE! Ela não pediu ajuda, ela não queria nada, mas SEGUNDO O MUNDO IMBECÍL NO QUAL ELE VIVE o mínimo que ela deve fazer é transar com ele (ele não fala isso no filme, porém ele deixa bem claro que está descontrolado por isso ter acontecido).


Depois que ele descobre que Glória dormiu com o amigo dele, ele vira o bicho doido e começa a ameaça-la e apavora-la.
ELE INVADE A CASA DELA PRA A AMEAÇAR.
ELE TACA FOGO NO BAR DA FAMÍLIA DELE ENQUANTO AMEAÇA ELA E O EX NAMORADO.
ELE BATE NELA!




!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!


Pra vocês terem noção de como ele é importante, eu nem lembro o nome dele, a única função dele é ser bonito. Glória e ele passam a noite juntos e todas as vezes que Oscar é um escroto de marca maior ele fica calado e vai como um cão amedrontado pro lado do amigo. O FATO DE ELES TEREM DORMIDO JUNTO NEM PRECISA SER UMA JUSTIFICATIVA, MAS ELE VÊ O CARA BATER NA MENINA E NÃO FAZ NADA!
NADA!


Vocês tão me entendo?
OLHA! De escrever isso aqui, eu fiquei com o peito cheio de indignação.
Já venerava a Anne, agora venero a força, autenticidade e maravilhosidade da Glória. Lacradora mesmo.
Enfim, é um filme surpreendentemente bom e eu espero que vocês assistam.
E venham, por favor, conversar comigo sobre isso.
Pra quebrar a tensão, vou deixar uma foto dela maravilhosa e sorridente.






Nota: 9/10
TÁ DISPONIVEL ONDE !?! Espaço Itaú de Cinema e internet.


Obrigada, comam bastante milho e sábado temos arraia na FESP, não se esqueçam.


Este filme recebeu o prêmio de GENTE DO CÉU NÃO ESPERAVA NADA E QUE TIRO FOI ESSE?!!? do IAQ (Instituto Ana de Qualidade)




Nenhum comentário:

Postar um comentário