sexta-feira, outubro 06, 2017

MC na Estrada - Biblioteca Municipal de Caraíva. Por Marina Oréfice.



A série MC na Estrada traz cada lugar fantástico que podemos “viajar”, mesmo que em pensamento, ao ver os relatos maravilhosos que são compartilhados. 

Hoje temos a contribuição da aluna Marina Oréfice (6º Semestre/Noturno) com a Biblioteca de Caraíva, Porto Seguro- Bahia. Confiram:
 


Depois que começamos o curso de Biblioteconomia, a Biblioteconomia nunca mais sai de você. Viajei em julho para Caraíva, um vilarejo de Porto Seguro, Bahia. E para não perder o costume fui visitar a Biblioteca Municipal de Caraíva.
  

Fonte: Acervo pessoal da autora.

Caraíva é extremamente pequena, são 600 habitantes. As ruas são estreitas, de areia e bem pequenas. Não irei me alongar sobre o lugar, como chegar e etc.. Deixo um link de uma página sobre Caraíva, para quem tiver interesse em saber mais.


Fonte: Pinterest

A Biblioteca de Caraíva foi reativada em 2015, após quase 10 anos inativa, através de um financiamento coletivo feito pelo site Benfeitoria. O projeto de revitalização contemplou um novo acervo de livros – comprado com a verba do projeto e incrementado pela doação de escritores, ilustradores, editoras e amantes de livros – e wifi aberto, além de horta e até um forno de pizza. A iniciativa de tornar a dar vida à biblioteca foi da produtora cultural Joanna Savaglia. 

A prefeitura de Porto Seguro participou desse projeto contratando uma funcionária para cuidar da biblioteca. O espaço é o único equipamento cultural da vila e vai atender as comunidades de Caraíva, Nova Caraíva e Barra Velha. São cerca de 2 mil alunos e suas famílias, além dos índios pataxós que habitam a região.  
      
A administração dessa biblioteca não é nada simples, pois para chegar a Caraíva é preciso atravessar o rio de barco. Os serviços dos Correios não atendem o vilarejo, dessa maneira coisas simples tornam-se complicadas.

Ana Carolina Martins é a responsável pela biblioteca, porém ela não é bacharel em Biblioteconomia, portanto não é bibliotecária. Conversei com ela pessoalmente, perguntei sobre a organização do acervo, aquisição e outras atividades. Ela não tem apoio nenhum para realização do processamento técnico. Os livros estão organizados somente pelo assunto, de uma maneira bem simples desenvolvida pela Carol.

A biblioteca oferece alguns eventos culturais com artistas regionais, como a banda Caraívana, e artistas de fora.


Ana Carolina Martins, responsável pela Biblioteca.

Ana me informou que o acervo em sua maior parte foi doado por moradores e visitantes. O acervo é bem diversificado, mas conta com livros novos e em bom estado de conservação.


Fonte: Acervo pessoal da autora.














Há um espaço específico para os livros infantis.


Fonte: Acervo pessoal da autora.














 
No geral a biblioteca é bem simples, arejada e iluminada. Como fui em Julho o vilarejo não estava cheio por ser inverno, apesar da temperatura estar bem agradável. Adorei conhecer essa biblioteca e quando possível irei contribuir financeiramente através do site Benfeitoria (financiamento coletivo).

Links:

Caraíva

Benfeitoria

 
Marina Oréfice.


Nenhum comentário:

Postar um comentário